quinta-feira, 29 de julho de 2010

Chaves e a política na América






É, não tenho tempo pra ficar colocando política onde não tem, tipo no Chaves, mas essa não pude deixar passar...

domingo, 25 de julho de 2010

Crepúsculo

O que vive nas florestas, brilha e não é uma fada? O Edward de Crepúsculo. (descontração)
Mas a "saga" (Pra algo ser uma saga tem que ter basicamente história, Stephenie Meyer não escreveu estória nenhuma) de Crepúsculo é realmente incrível, são filmes piores que os livros e os atores piores que tudo...
A história é uma menininha burra, mimada e vadiazinha que se apaixona por um vampiro que mesmo com mais de 100 anos não tem um pingo de inteligência nem nada de interessante. Depois ele cansa dela (demorou) e foge, então ela conhece um lobisomem sem pêlo (?) e se apaixona por ele também (Ela apaixona por tudo, pois é veadinha). De forma estúpida o vampiro bobo começa a brigar com o lobo peladinho pela menina sem atrativo nenhum, uma menina que só quer casar, virar dona de casa e dirigir um fogão. (feminismo é mato lá!) E a partir daí a história começa (ou deve começar, pois queimei o livro nessa parte e também dormi no filme nessa parte).



Os atores são sempre expressivos, até demais, mas só sabem fazer uma cara. Olha a Bella na imagem com uma cara de tomei Naldecon Noite com Vodca e estou com dor de barriga. O Edward é a mesma coisa, ele fica com uma cara de "Uh, estou seduzindo" mas fica parecendo um pônei fazendo pirraça.
Temos que concordar que até os vampiros de "os Mutantes" conseguem ser melhores do que os de Crepúsculo.
Sobre as Crepusculetes prefiro não comentar, pois elas chamarão o Team Edward pra morder meu pescoço. Ou não, já que em Crepúsculo os vampiros só matam capivaras e porquinhos-da-índia.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Geografia em música

video

Cante uma música assim, talvez arranje um emprego no circo e seja alguém na vida. Ou talvez seja melhor que eu e consiga passar de "Mexico" sem errar.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Caindo na Gandaia



Já é julho ein? Julho é o mês das festas Juninas atrasadas e dos... dos... Enfim, em julho não temos nada além de festas Juninas atrasadas.
Falando em festas não gosto de festas, melhor, odeio festas. Nunca recebi e nem vou receber um convite pra festa de 15 anos de alguém porque sou extremamente chato, mas se um dia você me entregar um vou rasgá-lo na sua cara e depois cuspir nele.
Não gosto de sair de casa às onze da noite pra cair na gandaia, principalmente porque durmo antes de 21 horas. Mas enfim, minha ideia de gandaia provavelmente é bem diferente da que realmente deve ser: Imagino que na balada fica um tanto de gente com jaqueta de couro estalando os dedos enquanto ouve "COMO UMA DEEUSA VOCÊ ME MANTÉÉM" num estilo super Grease nos Tempos da Brilhantina.
E isso seria até mais divertido do que é realmente uma festa de hoje. Baladas de hoje são luzes piscando na sua cara provocando ataques epilépticos enquanto você ouve um funk e come um bolo de coco, lembro do tempo que bolo era de chocolate e era bom, hoje em dia nas festas só tem bolo de coco e de limão e ninguém gosta, o aniversariante deve ser tão pobre que faz isso pra sobrar mais pra ele.
E os salgadinhos? Colocam o nome de Marinée de Mateaux numa coxinha engordurada pra não parecer ser comida de boteco!
A ideia de falar com alguém que nunca viu na vida simplesmente não entra na minha cabeça: "Oi, meu nome é João, e meu dinossauro preferido é o Espinossauro".
E festas de quinze anos? Eu vou fazer uma, vou dançar valsa com quinze cadetes com um vestido de sereio. Bom, pelo menos foi o que eu disse pra minha mãe quando ela não quis me dar um cavalo. (Ainda não recebi meu cavalo e a ideia da festa ainda está de pé).
Gosto de festas infantis, onde ser super descolado é ser mau o suficiente pra comer brigadeiro antes de cantarem parabéns. Onde bebemos coca o suficiente pra ficar com ressaca no dia seguinte e ouvimos as boas músicas da Rainha dos Baixinhos, a Diva Xuxa. ILARILARIÊ! (mensagem subliminar Integralista, ou seria Anauê)?!
Conclusão, com 14 anos gosto de festinhas infantis com o tema Batman, com 20 vou gostar do baile da terceira idade e com 40 já vou me achar velho demais pra ir na padaria.